Skip to main content

Search

Search

Saiba mais sobre a congestão nasal

A congestão nasal ocorre quando os vasos sanguíneos da mucosa se dilatam e inflamam a zona, estreitando os canais nasais, e dificultando a respiração.

A congestão pode ocorrer por vários motivos: desde alergias até infeções, tendo corrimento purulento ou aquoso e sendo sazonal ou duradouro.

É normal que a congestão do nariz seja acompanhada de outros sintomas como dor facial, espirros ou rinorreia. Em caso de febre e dor de cabeça ou de ouvidos, poder-se-á tratar de uma otite ou sinusite, pelo que terá de consultar o médico.

Gripe

Ainda que não tão frequentemente quanto a constipação, a gripe - provocada pelo vírus influenza - é uma das causas de congestão nasal.

Constipação

Esta infeção das vias respiratórias provoca frequentemente congestão nasal e também espirros e garganta inflamada.

Outras causas que podem levar à congestão nasal são:

  • Fatores físicos (fumo, ar frio e seco).
  • Sinusite.
  • Rinite.

Conheça os nossos medicamentos Nasex® solução para inalação por nebulização, Nasex® gotas nasais, solução e Nasexilo® solução para pulverização nasal.

Recomendações para aliviar os sintomas de congestão nasal.

V04 NASEX®, 0,5 mg/ml Gotas nasais, solução e Solução para inalação por nebulização. Oximetazolina. Medicamento não sujeito a receita médica. Indicado em caso de congestão da mucosa nasal com alívio sintomático das situações de rinite aguda e nasofaringite, sinusite aguda, rinite vasomotora aguda e rinite alérgica sazonal. Administrar por via nasal 1 a 3 nebulizações em cada narina, 2 a 3 vezes por dia, não excedendo 6 nebulizações em cada narina, num período de 24 horas. NASEX® está contraindicado em doentes com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes, em doentes em tratamento com IMAO ou nas 2 semanas seguintes à interrupção do tratamento com um IMAO e nos doentes com glaucoma de ângulo fechado. Sempre que se tomarem medicamentos antidepressivos, anestésicos (ciclopropano, halotano) ou metildopa deve consultar-se um médico antes de utilizar NASEX®. Deve ser usado sob a orientação de um médico em doentes com doença cardiovascular pré-existente, em particular em doentes com doença coronária cardíaca e hipertensão e com precaução em doentes com doença da tiroide, diabetes mellitus ou hipertrofia prostática. NASEX® contém cloreto de benzalcónio que pode causar irritação ou edema da mucosa nasal, especialmente se usado durante um longo período de tempo e pode causar pieira e dificuldades em respirar (broncoespasmo), especialmente se tiver asma. NASEX® não deve ser usado por períodos longos/frequentemente, nem em crianças com menos de 6 anos. Os efeito secundários conhecidos (Epistaxe, desconforto nasal e irritação na garganta) são muito raros. Outras reações adversas incluem: congestão nasal recorrente. Leia cuidadosamente as informações constantes da embalagem e do folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Johnson & Johnson, Lda. Lagoas Park, Edifício 9 2740-262 Porto Salvo. NUIPC 500 153 370.

V06 NASEXILO®, cloridrato de xilometazolina 1mg/ml, solução para pulverização nasal, sem conservantes. Medicamento não sujeito a receita médica. Indicado para o tratamento sintomático da congestão nasal causada por rinite ou sinusite. Este medicamento só pode ser utilizado como tratamento de suporte temporário nas situações de rinite alérgica. NASEXILO® está contraindicado nos doentes em tratamento com IMAO, nos doentes com aumento de pressão intraocular, nos doentes com rinite atrófica ou vasomotora, com inflamação seca da membrana mucosa nasal seca, após hipofisectomia transfenoidal ou cirurgias transnasais/transorais, em crianças com idade inferior a 12 anos e em doentes com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer dos excipientes.  Deve ser administrada com precaução em doentes com doenças cardíacas ou vasculares, hipertensão, hipertiroidismo ou diabetes, bem como situações concomitantes de hipertrofia da próstata e feocromocitoma. A duração do tratamento deve restringir-se ao período de tempo mais breve possível. Não deve ser utilizado durante a gravidez. Efeitos indesejáveis mais frequentes: dor ou ardor no nariz e garganta e secura da membrana mucosa nasal. Leia atentamente as informações constantes na embalagem e no folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Johnson & Johnson, Lda. Lagoas Park, Edifício 9 2740-262 Porto Salvo . NUIPC 500 153 370.