Skip to main content

Search

Search

Tipos de tosse

A forma mais comum de classificar os tipos de tosse é em função da existência ou não de mucosidade. Em função deste critério, estabelecem-se dois tipos de tosse: tosse seca e tosse com muco.

TOSSE SECA

Definição

A tosse seca, também conhecida como tosse irritativa, tosse não produtiva ou tosse nervosa, não implica expetoração, ou seja, não elimina mucosidade, tratando-se de uma tosse que irrita as vias respiratórias.

Causas

  • Constipação comum ou gripe.
  • Fatores químicos ou ambientais como o fumo do cigarro, o pó, o ar extremamente seco ou o ar condicionado.
  • Alergias.

Sintomas

  • Tosse sem expetoração ou mucosidade.
  • Irritação contínua nas vias respiratórias.
  • Som de tosse seca.
  • Tosse irritante que não deixa dormir com tranquilidade durante a noite.
  • Peito desimpedido, sem pieira nem congestão.

TOSSE COM MUCO

Definição

A tosse com muco, também chamada de tosse produtiva, tosse com expetoração, é acompanhada por muco ou expectoração. O muco é um sistema de proteção da mucosa respiratória contra infeções e agentes externos. A tosse produtiva não deve ser suprimida com antitússicos, por conduzir à acumulação das secreções que podem infetar, atrasar a recuperação ou mascarar os sintomas de uma doença subjacente.

O excesso de muco nas vias respiratórias pode causar a obstrução das mesmas, sendo a tosse a resposta do organismo para eliminar este excesso de mucosidade.

Causas

  • Infeção bacteriana ou viral brônquica ou pulmonar.
  • Depois de um período de tosse seca.

Sintomas

  • Mucosidade pegajosa.
  • Som involuntário rouco ou como um assobio ao respirar ou tossir.
  • Sensação de aperto, peso ou congestão no peito.
  • Agravamento da tosse: piora de manhã.

O Benylin® Xarope está indicado no tratamento da tosse e no alívio dos sintomas da congestão nasal.

A tosse é um mecanismo natural do nosso organismo que defende a árvore respiratória da presença de corpos estranhos.

V04 BENYLIN®, 2,8 mg/ml + 0,4 mg/ml Xarope. Cloridrato de difenidramina +  levomentol. Medicamento não sujeito a receita médica. Indicado no alívio dos sintomas da congestão nasal associados a rinite alérgica ou a infeções respiratórias altas e no tratamento da tosse. Crianças com idade inferior a 6 anos não devem tomar BENYLIN®, exceto se prescrito pelo médico. Não utilizar para causar sonolência na criança. Não utilizar com outros medicamentos contendo cloridrato de difenidramina. Pode causar sonolência pronunciada, conduza com precaução. Pode aumentar os efeitos sedativos dos depressores do sistema nervoso central, pelo que deverá consultar o seu médico antes de tomar estes medicamentos. Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Pode ocorrer excitabilidade. Não deve ser utilizado para o tratamento da tosse persistente ou crónica, ou quando a tosse é acompanhada por secreções excessivas, exceto quando indicado pelo médico. Consulte o seu médico antes de tomar BENYLIN®, se tiver problemas respiratórios, glaucoma e hiperplasia da próstata. Contém sacarose, glucose, sódio, glicerol, benzoato de sódio, vermelho Ponceau 4R (E124) e etanol 96%. O seu uso está contraindicado em doentes com hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer dos excipientes. Leia cuidadosamente as informações constantes da embalagem e do folheto informativo. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. Johnson & Johnson, Lda. Lagoas Park, Edifício 9, 2740-262 Porto Salvo. NUIPC 500 153 370.